Gestão de Associações

Saiba quais são as demonstrações contábeis para o terceiro setor

mão digitando

No Brasil, seguindo a tendência mundial, o terceiro setor tem crescido cada vez mais. São organizações não governamentais, sem finalidade lucrativa e com escopo social, na medida em que são filantrópicas.

Mas justamente por seu caráter sui generis, esse setor se sujeita a normas técnicas específicas de contabilidade, emanadas do Conselho Federal de Contabilidade. Em razão dessa especificidade, preparamos este post para falar sobre as demonstrações contábeis para o terceiro setor. Continue lendo!

O que é o terceiro setor?

Antes de explicarmos as demonstrações contábeis para essa área, é importante entendermos o que é o terceiro setor. Atualmente, temos o primeiro setor, que é o governo, e o segundo setor, que é o setor privado.

Diante das falhas do primeiro setor em atender à população é que surgiu o terceiro, as entidades sem fins lucrativos. Podem ser personificadas em fundações, sociedades beneficentes, ONGs, associações de assistência social… Mas todas têm o propósito de garantir direitos sociais e promover uma sociedade mais equânime, por meio da promoção de serviços públicos.

E como são entidades sem fins lucrativos e que oferecem produtos e serviços públicos, a captação de recursos se dá por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas e de repasses de entes públicos, além de benefícios tributários. Assim, para garantir que não haja subversão dos valores, é essencial uma rígida contabilidade.

Demonstrações contábeis para o terceiro setor

As pessoas jurídicas que integram o terceiro setor estão sujeitas às normas brasileiras de contabilidade. Nesse contexto, estão obrigadas a elaborarem e a entregarem aos órgãos responsáveis o Balanço Patrimonial, a Demonstração de superávit ou déficit do exercício, Demonstração das mutações do patrimônio social, as Demonstrações das origens e aplicações de recursos e as Notas Explicativas.

Essas demonstrações financeiras permitem a identificação dos recursos percebidos, bem como de sua aplicação, a fim de conferir maior confiabilidade e transparência a essas organizações.

Vale a pena entender um pouco mais sobre cada uma delas

Quais são as demonstrações contábeis?

  • O balanço patrimonial é a demonstração contábil que evidencia, num certo período, a situação patrimonial e financeira da entidade, tanto qualitativa quanto quantitativamente.
  • A demonstração de superávit ou déficit do serviço tem como finalidade demonstrar as atividades desenvolvidas pela entidade no período do exercício.
  • A demonstração das mutações do patrimônio social, por sua vez, visa relatar as mutações nos resultados acumuladas da entidade, operada em um determinado período. Às suas informações, complementam-se as informações contidas no balanço patrimonial e na demonstração de superávit e déficit, a fim de verificar as modificações nas contas do período em análise.
  • Já a demonstração da origem e aplicação dos recursos deve relatar a origem de todos os recursos percebidos pela entidade, sendo vedadas terminações imprecisas como “outras receitas”.

Além das demonstrações contábeis relatadas, o Conselho Federal de Contabilidade exige que sejam adicionadas notas explicativas, cuja função é acrescer informações que não restaram evidenciadas nas demais demonstrações. Elas podem conter informações como o resumo das práticas contábeis e as contribuições previdenciárias referentes à atividade assistencial, por exemplo.

Assim, em razão da importância desse setor para a sociedade, como também por se manter por meio de doações financeiras, inclusive do setor público, é fundamental manter as demonstrações contábeis em dia e de forma regular. Afinal, só assim, elas terão a confiabilidade das entidades privadas e públicas para continuarem a receber aportes financeiros.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre as demonstrações contábeis para o terceiro setor, talvez seja hora de procurar uma boa assessoria contábil.

Ficou interessado no assunto? Deixe seu comentário no post!

Você também pode gostar
empresa auditoria interna
Saiba como realizar uma auditoria interna na sua empresa
e-SOCIAL E SUAS NOVIDADES
eSOCIAL JÁ ESTA NA TERCEIRA FASE

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This