Gestão de Associações

Gestão de associados: Descubra como você pode conquistar mais

Contribuir para que as pessoas tenham mais qualidade de vida e uma participação bastante ativa na sociedade é um dos objetivos das associações. Uma boa forma de fazer com que a entidade cumpra a sua missão é promover uma eficiente gestão de associados.

Isso porque eles são fundamentais para o andamento das atividades, colaborando com trabalho voluntário, sugestões de novas iniciativas e engajamento de novos membros. Não adianta ter planejamento e excelentes projetos para serem desenvolvidos, caso não haja recursos humanos e financeiros para tirá-los do papel.

Neste post, vamos abordar ações que possibilitam gerenciar o relacionamento com os associados de maneira mais eficiente. Confira!    

Invista na comunicação para melhorar a gestão de associados

Esperar que os membros liguem para a associação para saber as novidades é um erro grave. Com tanta tecnologia, as pessoas querem informações em tempo real. Por isso, é importante assumir essa responsabilidade, utilizando ferramentas, como:

  • site;
  • blog;
  • e-mail marketing;
  • newsletter etc.

Se tiver uma boa estrutura, é interessante contar com um jornal de periodicidade quinzenal ou mensal. A publicação pode até ser enviada por e-mail, pois evita gastos com papel e impressão, além de preservar o meio ambiente.

Procure manter os associados sempre atualizados sobre os benefícios disponíveis. É uma forma de mostrar as vantagens proporcionadas, de mantê-los na entidade e de promover o engajamento.

Conheça as necessidades dos associados

Inegavelmente, a direção de uma associação deve ser composta por pessoas com capacidade de iniciativa, boas ideias e empatia. Contudo, ignorar as necessidades dos membros e não ouvir a opinião dos participantes são atitudes que prejudicam o desenvolvimento de uma instituição.

Para evitar esse tipo de problema, o indicado é fazer pesquisas de satisfação. Nelas, devem estar perguntas sobre a qualidade do atendimento, dos serviços oferecidos e das ações promovidas. Também é recomendado ter um espaço para sugestões e críticas.

Com essa medida, os gestores vão identificar pontos de melhoria com mais facilidade e pensar em alternativas para a associação atender à demanda dos participantes da melhor forma possível.  

Procure fazer boas parcerias

Com certeza, os convênios são essenciais para uma associação conquistar e manter novos membros. Por isso, é importante escolher boas parcerias, que contribuam para o público-alvo ter mais qualidade de vida.

Em geral, é um atrativo para captar mais associados firmar acordos com planos de saúde e odontológicos. Outra boa iniciativa é fazer com que os participantes tenham desconto em diversos estabelecimentos, como:

  • academias;
  • restaurantes;
  • cursos de informática;
  • escolas de idiomas etc.

Quanto mais benefícios forem proporcionados para os membros, maiores serão as chances de que eles estejam engajados e empenhados em manter as atividades da instituição.

Valorize o bom atendimento

Imagine que uma associação tem excelentes parcerias e uma direção atenta às prioridades dos participantes — sem dúvida, um cenário muito positivo para o sucesso —, mas acaba errando num ponto crucial: a qualidade no atendimento ao público-alvo.

É bastante desagradável ligar para uma associação e receber informações confusas e repassadas com má vontade. Outra experiência ruim é chegar à instituição para se tornar um membro e não ser tratado com a devida atenção, porque o atendente está de mau humor.

Com pessoas bem preparadas e educadas para se relacionar com o público, é muito mais fácil conquistar e fidelizar associados. A qualidade do atendimento cria uma boa imagem e cativa as pessoas.

Aposte na transparência e na responsabilidade

Não deixe de mostrar como estão sendo gerenciados os recursos financeiros. Se for possível, disponibilize no site da instituição um espaço para informar o dinheiro arrecadado e como ele está sendo usado para custear as despesas e os eventos promovidos.

Também é importante agir com muita responsabilidade, evitando usar a verba da associação para pagar despesas pessoais. Mesmo que seja feito o reembolso, é uma atitude que desrespeita os demais participantes.

A gestão de associados exige muito planejamento, bom senso e organização. E, para administrar uma entidade com mais eficiência, leia nosso guia da contabilidade básica para o terceiro setor. Afinal de contas, o conhecimento é uma peça-chave para o sucesso!

Você também pode gostar
notbook com gráficos
5 erros de contabilidade que a sua empresa não deve cometer
pessoas no escritório
Entenda as imunidades e isenções tributárias do terceiro setor
Gestão contábil: conheça os impostos obrigatórios para o terceiro setor

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This