Gestão de Empresas

Como sanar problemas com a legalização de processos internos da empresa?

Você não quer correr o risco de ser fiscalizado por órgãos do governo como Polícia ou Receita Federal, certo? Para evitar esse tipo de situação, é preciso estruturar bem os processos internos da sua empresa para ganhar eficiência na gestão do negócio e garantir segurança  contábil e jurídica.

Não sabe como fazer isso? Não tem problema! Neste post preparamos algumas dicas sobre como legalizar os problemas internos da sua empresa e evitar dores de cabeça. Quer saber mais? Acompanhe!

Entenda o que são os processos internos da empresa

São procedimentos realizados rotineiramente para manter as atividades do negócio.

É o registro de entrada e saída de produtos, o controle do dinheiro em caixa, a anotação das informações, o controle de estoque e pagamento de fornecedores, o gerenciamento da equipe e outros aspectos relativos à natureza do negócio.

Em resumo, é o conjunto de atividades exercidas por uma organização para que ela continue obtendo lucro.

Por isso, garantir que os processos internos sejam organizados e eficientes é fundamental para evitar erros nos registros e na apresentação de informações.

Além disso, a organização também garante a legalidade das operações e o pagamento dos tributos devidos e evita uma fiscalização dos órgãos governamentais.

Saiba como organizar os procedimentos

1. Mapeie todas as atividades

Para conseguir organizar os procedimentos é preciso conhecê-los. Por conseguinte, o ideal é anotar todas as tarefas desenvolvidas durante o dia por todos os colaboradores.

Elabore um fluxograma dos trabalhos desempenhados dentro da organização. Dessa maneira, será possível indicar o passo a passo de determinada atividade, desde o início até o último processo, para detectar as falhas e corrigi-las.

Por exemplo: identifique quais os caminhos percorridos desde a entrada de um produto até a venda final. É preciso dar entrada no produto, registrar o preço de aquisição, catalogar no estoque, determinar o preço de venda e anotar quando for vendido, dando baixa no produto.

Dessa maneira, as etapas ficam mais claras para todos os colaboradores.

2. Utilize ferramentas de gestão

Atualmente, há vários sistemas no mercado que facilitam a gestão do negócio. Com eles, é possível fazer os registros dos produtos e dos dados financeiros em um único lugar, o que facilita na hora de buscar uma informação.

Assim, também se evita errar na anotação de algum dado importante ou até mesmo se esquecer de pagar determinado tributo.

3. Acompanhe os resultados

Depois de organizar os processos e utilizar ferramentas que facilitem a gestão do negócio, é preciso monitorar os resultados. Desta forma, será possível identificar os erros e corrigi-los.

Lembre-se de que organização dos processos internos da empresa pode ser modificada conforme o gestor percebe se o sistema está funcionando bem ou não. Sendo assim, o ideal é estabelecer um prazo de avaliação após uma mudança -– que pode ser de um ano ou seis meses.

Procure ajuda com quem entende do assunto

Muitas vezes, organizar e legalizar todos os processos internos de uma empresa pode ser difícil, pois é preciso conhecer muito sobre legislação, finanças e contabilidade.

Nesses casos, é recomendado procurar uma boa assessoria contábil para auxiliar na organização dos documentos fiscais e no registro dos procedimentos.

Profissionais especializados poderão apontar onde estão os erros e corrigi-los antes mesmo das informações serem repassadas à Receita Federal. Isso evita que você tenha problemas financeiros e contábeis gerados por desconhecimento dos procedimentos legais.

Agora você já sabe como organizar os processos internos da empresa. Quer entender mais sobre o assunto? Curta nossa página do Facebook e fique por dentro de todas as mudanças na legislação!

 

Você também pode gostar
Declaração simplificada é a melhor opção? Saiba aqui!
Entenda qual é a importância da auditoria interna para sua empresa
Veja agora os benefícios da nota fiscal eletrônica para o empreendedor

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This